Princípio Básico da Terapia Cognitiva

A Terapia Cognitiva, criada por Aaron Beck, propõem que os nossos sentimentos e comportamentos diante de determinado evento , não são influenciados pela situação em si, mas sim pela forma como processamos esse evento.  Dessa forma, a nossa cognição, desempenha um importante papel na nossa vida, pois são as nossas interpretações, representações e atribuições que vão determinar as nossas respostas emocionais e comportamentais.

Considerando a postura construtivista, que defende a idéia de que o nosso conhecimento é construído, pode-se entender o sistema de esquemas que resulta de experiências relevantes registradas no inconsciente. Os esquemas refletem o significado da percepção do real pelo sujeito e geram crenças que se expressam no pré-consciente na forma de pensamentos automáticos. Piaget dizia que quando uma pessoa vivencia uma experiência que não se encaixa em seus esquemas existentes, ela então tenta adequar o esquema a nova informação.  No entanto, quando os indivíduos começam a perder essa flexibilidade cognitiva, eles tornam-se rígidos e seus esquemas tornam-se disfuncionais.   Portanto o objetivo da Terapia Cognitiva seria ajudar a promover uma reestruturação cognitiva de forma a substituir esquemas e crenças disfuncionais por formas de pensar mais adaptativas e colaborativas para o indivíduo propiciando uma melhora no humor e comportamento a fim de promover o bem estar, aproximando o sujeito das suas metas.